Tecnologia & Segurança

Uma boa amarração das cargas é vital para sua viagem

Uma boa amarração das cargas é vital para sua viagem

Oiê, tudo em paz? E aí, como você anda cuidando da amarração das suas cargas, hein? Para quem trabalha com implemento e tipo de carga que precisa ser amarrada, como carretas grade baixa e carrocerias abertas, é muito importante saber fazer o processo com segurança.

É mais seguro e sábio, porque, durante a viagem, a carga e o caminhão interagem e se movimentam e é necessário que tudo esteja bem arrumado para evitar tombamentos, acidentes e quedas de cargas na pista.

Antes de começar, vamos a uma dica muito importante: conheça bem o caminho por onde você vai trafegar com o caminhão. É importante saber a altura máxima das pontes, as restrições de circulação e as condições de pista. Informações, checadas, é hora de cuidar das cargas.

Regras em vigor

Siga as novas normas do Contran, que é o Conselho Nacional de Trânsito. Elas estão na Resolução 552/2015, em vigor para todos os veículos fabricados desde o dia 1º de janeiro de 2017.

Use o material adequado para amarração de cargas

É fundamental que a carga seja amarrada com o material adequado para que seja feito o transporte. A regra estabelece que o produto que será transportado não deverá ser amarrado com cordas e sim com cintas, correntes ou cabos de aço.

Dica de mulher para mulher

A fixação das cargas com as cintas e o ajuste com a catraca podem ser tarefas um pouco árduas e cansativas. Mas não se desespere! Em primeiro lugar, use luvas SEMPRE! As catracas e as cintas exigem uma força manual que pode ferir suas mãos se não tomar cuidado.

Com o tempo, você vai ficando cada vez mais rápida. Não é força, é jeito! Você não precisa fazer uma força descomunal. Tem que encontrar uma posição e uma maneira que sejam confortáveis para a operação.

De olho nas cintas

Na hora de comprar os equipamentos para amarrar carga, não se esqueça de verificar se eles têm uma identificação permanente e visível com as seguintes informações:

1 - Nome do fabricante;
2 - Carga máxima de trabalho em tração direta;
3 - Comprimento;
4 - Data de fabricação;
5 - Número da norma brasileira (NBR);
6 - Código de rastreabilidade.

É fundamental que o material ofereça esses dados com clareza. Além disso, não deixe de exigir do fornecedor o certificado de garantia da qualidade e o de teste do lote.

Além disso, a gente separou algumas dicas básicas para você lembrar na hora de fazer a amarração e a distribuição das cargas no seu caminhão:

Amarre com firmeza

Os equipamentos usados devem ser resistentes, e a amarração da carga precisa ser firme durante o transporte de carga. As duas questões parecem simples, mas são bastante importantes para evitar acidentes. Com elas, os produtos transportados não vão sacudir no percurso da viagem.

Durante as paradas, é bom checar como a carga está e apertar novamente as cintas ou o material que está amarrando a carga ao veículo. Caso perceba alguma irregularidade, você deve entrar em contato com a transportadora ou embarcador para buscar a melhor orientação.

Verifique o peso e a capacidade do seu equipamento

É importante verificar se o peso do produto está de acordo com a capacidade do veículo. Outro ponto importante refere-se ao centro de gravidade, que deve ser o mais baixo possível. Com isso, a carga transportada terá mais estabilidade quando o veículo travar, acelerar ou mudar de direção. As mercadorias especialmente pesadas devem ser fixadas o mais baixo e o mais perto possível do centro da plataforma do veículo.

Use material de enchimento

É comum que ao colocar cargas no caminhão sobrem espaços vazios, principalmente se as mercadorias apresentarem tamanhos e formas diferentes. Essas áreas devem ser preenchidas a fim de garantir a sustentação e dar mais estabilidade à carga.

Ajeitou a carga? Termine de checar seu caminhão e tenha uma boa viagem! A gente se vê aqui sempre, com conteúdos para você caminhoneira ou cristal. Obrigada por acompanhar o Movimento A Voz Delas!

Nós utilizamos cookies

Queremos melhorar sua experiência de navegação em nosso site. Ao continuar a utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Para mais informações, por favor veja nossa Declaração de Privacidade.

OK