Comportamento

Empoderamento - caminhoneiras e cristais na direção do trabalho

Oiê! Como vocês estão nesse início de ano? Vamos falar sobre a importância do empoderamento no trabalho de caminhoneiras e cristais? Sabemos que o mundo das estradas é prioritariamente composto por homens, mas esse cenário começa a mudar. Hoje, existem mais de 182,3 mil mulheres habilitadas para dirigir caminhões no Brasil, 6,5% do total de habilitados para o tipo de veículo, de acordo com o Departamento Nacional de Trânsito.

Essa evolução é um reflexo do incentivo da participação das mulheres, que passaram a traçar objetivos, buscar oportunidades de trabalho e carreiras nesse setor. A mentalidade da sociedade vem sendo modificada ao longo dos anos e, com isso, há uma discussão maior sobre o tema nas famílias, o que pode estimular mulheres a serem caminhoneiras. Porém, sabemos que se trata de uma profissão que para muitos ainda é masculina.

A diversidade de participação no trabalho permite que todos se beneficiem de talentos disponíveis no mercado, independente do gênero e, além disso, as opiniões diferentes sobre os temas promovem a inovação, evolução e o consequente crescimento das empresas.

Tão importante para qualquer profissional, sabemos da necessidade do sentimento de pertencimento maior, para engajar que mais mulheres escolham viver da estrada, seja como caminhoneira ou cristal, que é, na verdade, o braço direito do motorista.

O Movimento A Voz Delas tem o objetivo de empoderar mulheres para promover a equidade de gênero em todas as instâncias do setor de caminhões. Desta forma, incentiva que as estradas sejam ambientes de trabalho igualitários e saudáveis. E o ganho é para as trabalhadoras e também para toda a sociedade.

Caso a presença da mulher no mercado de trabalho fosse maior do que é hoje no Brasil, isso poderia incrementar o PIB (Produto Interno Bruto) em mais de 3%, o que injetaria R$ 380 bilhões de reais na nossa economia, de acordo com estudos recentes (2019) do Banco Mundial.

Além disso, é preciso não só empoderar para que sejam iguais, mas também promover sua mobilidade e possibilidade de liderança. Recentemente (2019), uma consultoria internacional de mercado, a McKinsey, apontou em uma pesquisa de gêneros que as empresas da América Latina que possuem pelo menos uma mulher em seu time de executivos são mais lucrativas.

Com o objetivo do crescimento econômico em linha com o desenvolvimento humano, a ONU Mulheres e o Pacto Global elaboraram em 2010 os Princípios de Empoderamento das Mulheres. São eles:

• Estabelecer uma liderança corporativa de alto nível para a igualdade entre gêneros;

• Eliminar obstáculos que impeçam o crescimento profissional e diminuam as chances das mulheres conquistarem cargos de liderança;

• Tratar todos os homens e mulheres de forma justa no trabalho, respeitando e apoiando os direitos humanos e a não discriminação;

• Assegurar a saúde, segurança e bem-estar de todos os trabalhadores;

• Extinção de toda forma de violência no ambiente de trabalho, seja ela verbal, física ou assédio sexual;

• Promover a educação, a formação e o desenvolvimento profissional para as mulheres;

• Favorecer a capacitação profissional para as mulheres, possibilitando a elevação do empreendedorismo feminino;

• Implementar o desenvolvimento empresarial e as práticas que empoderem as mulheres;

• Respeito à imagem da mulher e seu papel na sociedade;

• Promover a igualdade de gênero por meio de iniciativas voltadas à comunidade e ao ativismo social;

• Incentivo ao reconhecimento da liderança da mulher e suas contribuições para o desenvolvimento da sociedade;

• Medir e publicar relatórios dos progressos para alcançar a igualdade entre gêneros.

O Movimento A Voz Delas apoia as iniciativas de empoderamento feminino que promovem o desenvolvimento da sociedade.

Conhece algum programa ou participa dele e acredita que tem tudo a ver com o Movimento A Voz Delas? Acesse a área de parceiros da página inicial e conta para a gente.

Nos vemos na próxima parada!

0 Comentários

Nós utilizamos cookies

Queremos melhorar sua experiência de navegação em nosso site. Ao continuar a utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Para mais informações, por favor veja nossa Declaração de Privacidade.

OK