Saúde & Bem-Estar

Dicas para comer com saúde na estrada

Confira algumas dicas simples para comer bem e manter sua saúde na estrada

Oiê, tudo bem? O que você anda comendo na estrada, hein? A alimentação é uma das questões mais importantes para a saúde de qualquer um e, no transporte, este assunto se torna ainda mais crucial, pois quem dirige caminhão sabe que a tentação das refeições rápidas e saborosas é constante, mas comer exige mais critérios e maior cuidado para que a saúde não seja prejudicada.

Pode comer sua carne, seu prato preferido, mas o ideal é dar uma balanceada no cardápio, pra não correr o risco de excesso de peso, hipertensão e outras doenças que podem vir da má alimentação. O caminhoneiro fica muitas horas na posição de dirigir e precisa muito deste controle do que se come durante o dia. Confira essas dicas para se alimentar com saúde na estrada, preparada pela especialista Nathália Bueloni, nutricionista do SEST SENAT:

1 - Use alimentos frescos

Quanto mais alimentos frescos e naturais na sua refeição, melhor a chance de você estar ingerindo os nutrientes certos. Saladas, frutas e outros vegetais são uma ótima.

2 - Faça um prato colorido

A cor dos alimentos mostra a presença de substâncias importantes para a nossa saúde, como o verde das folhas escuras, que significa ferro, e o laranja da cenoura, que traz os ótimos carotenos. Faça um prato coloridão e seja feliz na estrada!

3 - Cupim e carnes gordas: guarde para ocasiões especiais

Claro que não é proibido comer coisas gostosas. Cupim, linguiças e outras carnes com muita gordura podem estar no seu prato, mas naquelas ocasiões mais especiais. Todo dia não dá.  Prefira alimentos grelhados, cozidos e refogados. Frituras engordam e dificultam a digestão.

4 - Coma alimentos integrais

A gente sabe que na correria do dia a dia acaba sendo difícil "quando não impossível"  se manter regrado. Mas, se tiver escolha, vá de integral: grãos, cereais, pães, massas... Além de darem uma saciedade maior, são mais saudáveis.

5 - Não cometa (muito) o pecado da gula

Veja, isso não quer dizer se privar do que gosta. Escute o seu corpo, ele sabe a hora de parar. Nunca espere chegar àquele ponto em que não cabe nem mais uma migalha e parece que você está prestes a explodir. Preste atenção no que está comendo, faça sua refeição com calma, aproveitando este momento para dar uma pausa na correria do seu dia e se abastecer de energia.

"Esse é um dos pontos mais importantes. Na correria, muitas vezes não escutar o corpo e pular refeições vira um hábito e aí vem aquele pratão na hora do almoço e jantar: Cuidado! Sobrecarregar em uma só refeição carboidratos e gorduras gera um pico de glicose que logo cai, levando ao cansaço, fadiga e o famoso soninho após as refeições. O que pode ser um grande risco na estrada. E se você, caminhoneira ou Cristal cozinha sua própria comida na estrada, tenha cuidado com o armazenamento dos alimentos e com a higienização dos utensílios. Por fim, não se esqueça: Tenha cuidado ao tentar transportar alimentos saudáveis que precisem de atenção redobrada: iogurtes e queijos só devem ser levados se você dispor de geladeira ou bolsa térmica no caminhão", explica a nutricionista Nathália Bueloni, do SEST SENAT.

No mais, a dica é viver a vida com leveza, se permitir de vez em quando e manter bons hábitos. Assim, você viaja mais saudável e cheia de disposição pra fazer o próximo frete.

Um abraço e boa viagem!

Nós utilizamos cookies

Queremos melhorar sua experiência de navegação em nosso site. Ao continuar a utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Para mais informações, por favor veja nossa Declaração de Privacidade.

OK