Tecnologia & Segurança

Dez dicas para rodar com mais economia

É sempre bom ter algumas dicas para economizar. Nesta matéria, vimos dez atitudes que ajudam a caminhoneira a render melhor com seu caminhão

Oiê, como vão as coisas por aí? E o frete, hein? A gente sabe o quanto é apertada a margem de lucro do transporte de cargas e, por isso, é muito importante ter os custos na ponta do lápis, e saber economizar e usar bem recursos como pneus e combustível.

Temos sempre que estar de olho nos gastos e a gente, para te ajudar, separou dez dicas para você rodar com mais economia. Vamos lá?

1 - Utilize os conceitos de direção econômica

Para você caminhoneira que vive do caminhão, é muito importante ter participado de algum treinamento que apresente os conceitos de direção econômica, e colocá-los em prática! Eles ensinam como aproveitar bem o embalo do caminhão, se antecipar aos desafios das estradas e usar corretamente o acelerador e a transmissão, fazendo as trocas no tempo e no giro certo.

Caso você ainda não tenha tido a oportunidade de fazê-lo, vale a pena investir em um.

2 - Nunca use a "banguela"

A famosa "banguela" é uma prática muito ruim, ainda que comum nas estradas. Descer um trecho com o motor desengrenado não é uma boa ideia. Uma motorista profissional precisa evitar esse mal hábito, pois o efeito real é exatamente o contrário do esperado. Lembre-se de que quando você utiliza o veículo em movimento com a caixa de marchas no neutro, o motor consome combustível para se manter em funcionamento.

Por outro lado, quando o caminhão está com a marcha engrenada em uma descida e o pedal do acelerador não é acionado, a unidade eletrônica do motor corta o combustível, mas a rotação é mantida. Ou seja, você verdadeiramente economiza combustível. Além disso, a “banguela” faz com que a retomada de controle do veículo em caso de imprevistos seja mais demorada, o que pode ser um risco para a segurança de todos.

Nos caminhões Mercedes-Benz com o câmbio automatizado MercedesPowerShift temos a função “EcoRoll” que faz de forma inteligente, segura e automática esse aproveitamento do “embalo”.

3. Não ao "pé pesado"

Evite pisar no acelerador de maneira brusca, pois estará injetando mais combustível e, consequentemente, gastando mais. Por isso, é importante que a aceleração seja feita com movimentos suaves, garantindo que a quantidade de combustível injetada no motor seja a ideal sem prejudicar o rendimento do seu caminhão e economizando combustível.

4 - Respeite os limites de velocidade

Existe um mito no universo do caminhão de que, em altas velocidades, o consumo de combustível do veículo diminui. Isso porque alguns acreditam que grande parte da energia gasta em um caminhão acelerado vem da sua própria inércia. A verdade, no entanto, é que quanto mais rápido você estiver maior será a resistência do ar e, portanto, mais força o caminhão precisará ter para se manter naquela velocidade. O resultado é simples: maior rotação do motor, maior consumo de combustível e maior emissão de poluentes no meio ambiente. Portanto, dirija com prudência e dentro dos limites de velocidade. Além de ser mais econômico, isso contribui para estradas mais seguras.

5 - Evite freadas bruscas

Você já deve ter notado que grande parte das estratégias da direção econômica envolve ações suaves. Isso vale tanto para o momento de aceleração quanto para a frenagem. Sempre que você conseguir visualizar um obstáculo à frente, como um sinal vermelho ou a travessia de pedestres, ao reduzir a velocidade e acionar o freio o mais cedo possível você corta o fornecimento de combustível e isso gera uma pequena, porém importante economia. Além disso, há a redução da pressão sobre os freios, prolongando a sua vida útil de forma considerável. Também não custa lembrar que frenagens abruptas são bem mais perigosas já que, se algo sair errado ou falhar, você terá muito menos tempo para corrigir o problema.

Outro ponto importante, sempre que possível  é a utilização do freio motor que aumenta a segurança, poupa o sistema de freios e aumenta a vida útil dos pneus e ainda traz mais economia de combustível.

6 - Use as marchas corretamente

Um princípio bem simples que é levado em conta na direção econômica é o seguinte: quanto maior a rotação do motor, maior o consumo de combustível. E quais são as marchas que exigem mais dessa rotação? As mais baixas. Por isso, sempre que possível engrene o caminhão nas marchas mais altas, seja em ambientes planos ou leves subidas e descidas. Uma boa dica é antecipar a subida de marcha em momentos de aceleração ou retomada de velocidade, fazendo com que o motor passe a funcionar em rotações mais baixas assim que possível.

7 - Controle o uso do ar-condicionado

O ar-condicionado é um vilão silencioso que pode estar fazendo o seu caminhão render muito menos, já que o equipamento retira uma parte da potência do motor que, para compensar, queima ainda mais combustível. Esse gasto é mais evidente na cidade, onde o consumo pode aumentar em até 10%. Desligar esse pequeno conforto em dias mais frios ou optar pela ventilação natural é uma boa ideia para manter uma direção econômica. Apesar disso, fique atenta: a partir de 80 km/h, o vento que entra pela janela do caminhão começa a interferir de forma consistente sobre a aerodinâmica do veículo e, portanto, também diminui o seu rendimento.

8 - Mantenha os pneus calibrados

Não calibrar os pneus é um dos erros responsáveis pelo aumento do consumo de combustível. Um pneu mal calibrado gera mais atrito entre o veículo e o asfalto e o resultado é aquele velho conhecido: o motor precisa de mais força para render de forma equilibrada. Não bastasse o gasto com combustível, pneus descalibrados também têm uma vida útil menor e demandam trocas mais frequentes.

9 - Capriche na manutenção

Diz o ditado que “prevenir é melhor do que remediar” e é exatamente isso que uma boa  caminhoneira deve fazer. Cuide do seu veículo para que ele não apresente problemas e você não gaste com manutenções corretivas e emergenciais. Com a manutenção preventiva você se certifica de que o caminhão está funcionando bem e dentro das especificações do fabricante. Verifique sempre os níveis dos fluidos e respeite as datas de trocas de componentes e de óleo indicadas no manual do seu caminhão.

10 - Planeje bem as suas rotas

Sair para uma viagem sem planejar a rota a ser seguida é um erro que pode gerar diversos custos adicionais. Portanto, antes de partir, estude o roteiro e eleja o melhor trajeto. Leve em consideração as condições das rodovias, o índice de acidentes e roubo de cargas, a existência de locais para paradas e abastecimento e, é claro, o prazo de entrega. Assim, você atenderá a demanda de seus clientes e ainda economizará com a viagem.

Anotou as dicas? Curtiu? Então, boa viagem e até a próxima! E volte sempre pra ler os conteúdos que ajudam o cotidiano das caminhoneiras e cristais, aqui, no Movimento A Voz Delas!

Nós utilizamos cookies

Queremos melhorar sua experiência de navegação em nosso site. Ao continuar a utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Para mais informações, por favor veja nossa Declaração de Privacidade.

OK